Cogeração de Energia em Centrais Termoelétricas

Cogeração de Energia em Centrais Termoelétricas

Uma das maiores preocupações atuais das empresas de engenharia é oferecer aos seus clientes projetos de máxima eficiência, utilizando as mais recentes técnicas e tecnologias para viabilizar uma diminuição do consumo de energia primária e, ainda assim, garantir a qualidade e a quantidade do produto final. Seguindo essa premissa, no que diz respeito ao planejamento de centrais térmicas e termoelétricas, os engenheiros passaram a adotar uma tecnologia inteligente conhecida como Cogeração de Energia.

Por maior que seja a eficiência de um gerador termoelétrico, a maioria da energia contida no combustível é sempre desperdiçada em forma de calor. Essa é uma limitação física conhecida, que independe dos tipos de combustível ou de motor utilizado. Uma vez admitida essa característica dos processos termodinâmicos, a Cogeração procura aproveitar localmente esse calor residual originado da queima do combustível, evitando que seja perdido para o meio ambiente e valendo-se do seu potencial energético.

Nas usinas termoelétricas a energia elétrica é obtida pela queima de combustíveis, como carvão, óleo, derivados do petróleo e, atualmente, também a cana de açúcar (biomassa).

A produção de energia elétrica é realizada através da queima do combustível que aquece a água, transformando-a em vapor. Este vapor é conduzido a alta pressão por uma tubulação e faz girar as pás da turbina, cujo eixo está acoplado ao gerador. Em seguida o vapor é resfriado retornando ao estado líquido e a água é reaproveitada, para novamente ser vaporizada.

Vários cuidados precisam ser tomados tais como: os gases provenientes da queima do combustível devem ser filtrados, evitando a poluição da atmosfera local; a água aquecida precisa ser resfriada ao ser devolvida para os rios porque várias espécies aquáticas não resistem a altas temperaturas.

No Brasil este é o segundo tipo de fonte de energia elétrica que está sendo utilizado.

Enquanto processos termoelétricos convencionais aproveitam apenas cerca de 40% da energia térmica proveniente dos combustíveis utilizados, os que fazem uso da Cogeração atingem patamares muito maiores, com um rendimento que pode atingir de 70% até 85%. Essa maravilhosa capacidade de aproveitamento energético torna a Cogeração uma tecnologia capaz de racionalizar com eficiência o consumo dos combustíveis fósseis, reduzindo significativamente as emissões de CO2 e outros gases do efeito estufa para a atmosfera. Todas essas qualidades fazem da Cogeração o sistema mais eficiente de produção de eletricidade, independentemente do combustível.

Engesert Engenharia e Projetos 
Rua Antonio Bianconi, 1662 |  Alto do Ginásio | Sertãozinho (SP) | CEP 14160-810

Contato: 16 3945 8020 | 3945 9361